Pular para o conteúdo

Mês: março 2015

Céu de mim

Ontem céu de mim Tocou o ar Meu silêncio cantou um som Meu azul mudou de tom Instante pleno De dentro da palavra Eu aceno Rosa laranja lilás Dentro de […]
Céu de mim

No início, eu queria um instante. A flor. Depois, nem a eternidade me bastava. E desejava a vertigem do incêndio partilhado. O fruto. Agora, quero apenas o que havia antes […]